Muitas empresas insistem em lidar com a saúde do trabalhador como se ela fosse apenas um gasto desnecessário ou desperdício de dinheiro. Elas não enxergam que esse é um investimento que gera retorno, pois a saúde dos profissionais está relacionada com a motivação e o bem-estar das pessoas, bem como com os resultados da organização.

O comprometimento da empresa com a saúde do trabalhador e a prevenção de riscos gera uma resposta positiva, pois propicia um ambiente no qual os trabalhadores executam as suas tarefas com mais satisfação. Isso aumenta o nível de produtividade das equipes, além de reduzir doenças, como a depressão, a ansiedade e o estresse.

Continue a leitura e entenda a relação entre saúde do trabalhador e produtividade.

 

Qual é o papel do RH na saúde do trabalhador?

 

Dados do Anuário do Sistema Público de Emprego e Renda do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) apontam que, no Brasil, o afastamento por doença do trabalho cresceu 25% em uma década — entre 2005 e 2015. Nesse contexto, o ambiente de trabalho favoreceu o desencadeamento das doenças.

Cuidar da saúde do trabalhador é um desafio para as empresas e a sociedade. São muitos os obstáculos que precisam ser superados, por exemplo, o envelhecimento da população. As ações tomadas pelas empresas devem ser preventivas, evitando o surgimento de problemas futuros, como as doenças e as queixas trabalhistas.

O papel da área de Recursos Humanos deve ser estratégico, promovendo esse bem-estar. Isso deve ocorrer por meio dos processos de seleção, treinamento e desenvolvimento de colaboradores. Em comum, essas ações devem promover a criação e a manutenção de um clima organizacional agradável, positivo e colaborativo — tornando isso parte da cultura da empresa.

 

 

Como a empresa pode contribuir para isso?

 

O primeiro passo que deve ser tomado para que a companhia contribua para a saúde do trabalhador é a mudança de visão em torno dos investimentos que são feitos. Enxergá-los apenas como gastos desnecessários não leva ao atingimento do patamar desejado de produtividade e bem-estar dos profissionais.

Essa mudança de visão depende muito do quanto a empresa acredita nos próprios valores, objetivos e missões. Sendo assim, é necessário colocar em prática o discurso existente nas linhas que compõem cada característica da organização. Por outro lado, deve-se entender que o impacto desse tipo de investimento também é sentido pelos clientes.

Pessoas que trabalham com a saúde física e mental em dia são mais felizes, o que contribui muito para a produtividade delas. Se elas são mais eficazes, a empresa consegue alcançar os resultados desejados mais rapidamente e sem perder qualidade. No fim dessa jornada, encontra-se o cliente, que vê isso refletido nos produtos e serviços entregues.

 

Quais são os benefícios dessas iniciativas?

 

A criação de um programa de saúde ocupacional e as ações cujo objetivo é melhorar o bem-estar e o estado de equilíbrio das funções fisiológicas ou psíquicas do trabalhador oferecem diversos benefícios. Podemos citar, inicialmente, o aumento da disposição dos profissionais. Estar bem consigo é algo tão positivo que se reflete na qualidade do trabalho desenvolvido.

Como consequência, a empresa vai se deparar com a redução do absenteísmo, ou seja, faltas, saídas antecipadas e atrasos serão cada vez menos frequentes. Quando esse índice é alto, ele tende a impactar negativamente a forma como os trabalhadores enxergam a empresa, pois, eles sentem que levam outros profissionais nas costas.

A diminuição das licenças é outro benefício das iniciativas que promovem a saúde do trabalhador. Logo, a quantidade de ações judiciais e problemas trabalhistas também tende a diminuir. Além da desejada produtividade, a empresa que cuida dos seus funcionários é vista como motivo de orgulho por eles. Isso ainda ajuda a atrair e reter talentos.

Aproveitando o assunto, você sabe como medir a produtividade dos profissionais? Continue a visita no blog e fique por dentro de nossos conteúdos!

 

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São de 5.000 empresas e 110.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. A solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos e assegurar de que as empresas estejam DENTRO DA LEI. Não perca tempo, CLIQUE AQUI, conheça a Pontomais e venha Rhevolucionar a gestão da sua empresa

Entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e serviços. Até breve 🙂