Relatórios Gerenciais Pontomais e como podem auxiliar na Gestão de Pessoas!

O que são relatórios gerenciais?

Relatórios gerenciais são documentos que contém informações e dados sobre o resultado de ações ou projetos da empresa. Eles tem como objetivo promover insights para melhores tomadas de decisões futuras. 

Ou seja, são feitos por quem precisa reportar informações e números para líderes e para o próprio time. Dessa forma, quem analisa o relatório consegue entender o que foi feito e o que precisa ser feito. 

Os relatórios gerenciais podem ser muito diferentes entre si, mas de forma geral, precisam conter:

  • Destinatário: para quem esse relatório está sendo feito. Quem irá lê-lo compreende as informações da forma que estão colocadas? E o mais importante, é de interesse dessa pessoa essas informações?;
  • Objetivo: para qual fim o relatório gerencial está sendo elaborado. Quais dados e informações são necessárias para responder eventuais dúvidas;
  • Conteúdo: o conteúdo do relatório precisa ser o mais útil e otimizado possível. Informações desnecessárias ou que não influenciam na tomada de decisão não precisam estar neste relatório;
  • Padrão/Forma: a disposição das informações precisa ser a mais clara e compreensível possível.

O relatório pode sofrer alterações de acordo com o objetivo pelo qual está sendo feito. Mas tendo essas coisas em mente no momento de desenvolvê-lo, já é um bom caminho andado.  

Quais as vantagens de ter relatórios gerenciais?

Tomada de decisão mais inteligente

A melhor forma de tomar decisões inteligentes para o negócio, é por meio de dados. E os relatórios gerenciais são uma das principais ferramentas que uma empresa possui para informar esses dados, e tomar decisões com base neles. 

Para entender o que está acontecendo e onde é possível melhorar, é necessário ter um histórico de ações. Esse histórico é informado dentro dos relatórios gerenciais. Sem eles, as estratégias de negócio e ações são feitas “no escuro” e as projeções de crescimento também.   

Otimizar o tempo da gestão

Com as informações certas em mãos, fica muito mais fácil para os líderes indicarem qual o melhor caminho a se seguir e quais os próximos passos dentro do planejamento de cada equipe.

Os relatórios funcionam como um resumo do que está acontecendo dentro de um determinado período de tempo em cada setor, e cada gestor precisa ter essas informações para saber o que está dando certo e o que pode ser melhorado. 

Vantagem competitiva

A empresa que entende o que está sendo feito, o que pode ser melhorado e quais as oportunidades dentro do seu próprio mercado, consegue sair a frente das outras que ainda não olham para essas informações.

Modelos de relatórios gerenciais

Crescimento

Os relatórios de crescimento são alguns dos indicadores que cada equipe vai analisar de forma distinta. Por exemplo, dentro do time de marketing um dos relatórios pode contar o MRR – Receita Recorrente Mensal, ou a taxa de ROAS – Retorno sobre Investimento em Anúncios. 

Ou, dentro da equipe do RH e DP, um dos indicadores analisados pode ser o de retenção de talentos, ou banco de horas de cada colaborador, e assim por diante. 

Os indicadores analisados vão depender dos objetivos gerais da empresa, e de como cada setor vai auxiliar o alcance desses objetivos.

Satisfação de clientes

A satisfação dos clientes é uma ótima forma de medir se o produto ou serviço está realmente entregando o que promete. O NPS – Net Promoter Score, é uma das metodologias de pesquisa que auxiliam empresas a medirem esse tipo de dado e informação. 

O NPS consiste em uma pesquisa com apenas uma pergunta “Qual a probabilidade de você indicar empresa X para algum colega ou amigo?”, e com um marcador em que o usuário pode marcar pontuação de 0 à 10. 

Gestão de pessoas

Os relatórios de gestão de pessoas podem englobar inúmeros indicadores, mas o seu principal objetivo, na maioria dos casos, será analisar o rendimento individual ou coletivo da equipe. Dentro desses relatórios podem ter informações com relação a:

  • Absenteísmo;
  • Lucro por colaborador;
  • Clima organizacional;
  • Folha de pagamento;
  • Horas extras;
  • Abonos;
  • Entre outros. 

Gestão de pessoas e os relatórios gerenciais

Analisar os relatórios gerenciais para tomar decisões com relação a gestão de pessoas, é algo comum e que pode ser muito bem aproveitado pelos líderes de cada departamento. E os sistemas de controle de ponto digital, como por exemplo a Pontomais, já oferecem relatórios gerenciais dentro da própria plataforma com os dados de cada colaborador. 

Conheça alguns relatórios disponíveis dentro do sistema da Pontomais!

Relatórios gerenciais Pontomais

  • Jornada de trabalho

O relatório de jornada, vai fazer um apanhado do que foi a jornada de trabalho do colaborador ao longo do mês ou do período de tempo selecionado pelo gestor. 

Com esse relatório, o líder consegue visualizar todas as horas de entrada e saída do funcionário, as horas extras, horas negativas, entender quais foram os dias que precisaram de ajustes na jornada e como de forma geral, o colaborador vem se comportando com relação ao horário de trabalho.

  • Absenteísmo

O relatório de absenteísmo irá permitir uma visão das faltas em horas dos colaboradores ao trabalho. Ou seja, é um apanhado de todos os períodos em que o colaborador esteve ausente do trabalho, quando essa falta não está ligada a questões de saúde, desemprego ou licença legal.

  • Banco de Horas

O relatório de banco de horas informa as horas de banco de cada colaborador, horas positivas, horas negativas e o saldo final. Esse relatório pode ser feito no período de tempo que melhor se encaixar na sua empresa. 

  • Horas extras

O relatório de horas extras fornece as informações sobre as horas positivas de cada colaborador, a fim de facilitar o trabalho dos responsáveis pela folha de pagamento ou banco de horas. 

Com esse relatório, os gestores também conseguem entender quais colaboradores estão fazendo horas a mais do que deveriam e pensar em soluções para evitar esse tipo de desgaste no trabalho. 

  • Abonos

O relatório de abonos informa todas as solicitações de abono de horas que os colaboradores fizeram no período informado. Com essa visão, o gestor consegue entender quem precisa de cuidados específicos com, por exemplo, a saúde ou de um acompanhamento devido a perdas familiares e outros motivos.

  • Afastamento e Férias

Neste relatório é possível visualizar todos os colaboradores que estão em afastamento ou no período de férias. Esse relatório auxilia muito o Departamento Pessoal, RH ou administrativo no momento de programar benefícios. Porque por ele é possível ver quem irá receber e quem não irá porque não estão em período de trabalho. 

  • Atrasos

O relatório de atrasos é um apanhado de todos os atrasos ocorridos ao longo da jornada de trabalho de cada colaborador. Com essa informação é possível entender quais colaboradores conseguiram se adaptar à rotina da empresa, ou identificar possíveis problemas relacionados à rotina do trabalho ou a vida pessoal de cada um. 

Cabe ao gestor treinar o olhar para esses números e propor soluções para melhorar a relação do colaborador com os horários. 

  • Auditoria

O relatório de auditoria é extremamente importante para empresas que querem evitar passivos trabalhistas. Neste relatório é possível identificar todas as ocorrências na jornada de trabalho dos colaboradores.

No relatório aparece o nome do colaborador, a data em que houve a ocorrência e o tipo da ocorrência. As ocorrências são aquelas que podem se tornar passivos trabalhistas mais para frente, como por exemplo mais de duas horas extras por dia, ou menos de uma hora de intervalo, menos de uma hora de almoço, entre outros. 

Dessa forma, os gestores e o RH conseguem pensar em medidas corretivas para que não aconteçam mais situações como essa.

  • Faltas

No relatório de faltas os gestores e RH conseguem visualizar quantas faltas ocorreram ao longo do período solicitado na jornada de trabalho do colaborador. 

  • Resumo da Jornada

O relatório de resumo da jornada mostra a jornada de trabalho dos colaboradores de forma reduzida, evidenciando os totais da jornada e os totais das horas extras. Ao final do relatório tem também as informações com relação a pontualidade do colaborador. 

  • Sobreaviso

O sobreaviso é quando o colaborador precisa ficar de plantão, ou no aguardo do chamado para o trabalho, e no relatório de sobreaviso o gestor consegue visualizar a jornada dos colaboradores que ficaram de sobreaviso e em quais períodos. 

Como utilizar os relatórios gerenciais da Pontomais para uma gestão mais eficiente?

Quando os relatórios são relacionados com metas já determinadas para cada área, para os gestores, se torna mais fácil entender quais números e dados olhar, a fim de buscar melhorias e soluções para possíveis problemas dentro da equipe. 

Os relatórios gerenciais da Pontomais trazem essas informações da forma mais completa e lúdica, dessa forma, os gestores e RH conseguem entender como anda a rotina de cada colaborador e como ações internas podem auxiliar na relação dos funcionários com o trabalho.

Evitando que façam horas extras, ou entendendo quais os melhores horários para cada um trabalhar, e sugerir possíveis melhorias que influenciam diretamente no desempenho e na relação do colaborador com a empresa. 

Ao tornar o olhar para os dados mais humanizado, é possível criar uma relação mais saudável com a rotina, pensar em estratégias de melhoria e focar em resultados de forma que auxilie no desempenho individual e geral de cada área. 

14-dias-teste-pontomais

Imagem padrão
Hendrik Machado
CEO na Pontomais