Gerações no mercado de trabalho: quais são e como lidar com cada uma?

O conflito das gerações no mercado de trabalho é um assunto polêmico da gestão de pessoas. Lidar com personalidades diferentes marcadas por distinções de época é um desafio que, quando superado, pode trazer à tona uma equipe diversa e produtiva.

Para ter um grupo de alto desempenho, a liderança precisa estar atenta aos diferentes perfis pessoais e saber gerenciá-los para extrair o melhor de cada indivíduo de forma a obter resultados excelentes para a companhia. Quer saber como? Venha conosco!

 

Quais gerações estão presentes no mercado de trabalho?

 

Você conhece as gerações que estão atualmente no mercado de trabalho? Ao fazer a seleção ou coordenar uma equipe, ter conhecimento das características de cada uma delas é imprescindível, bem como saber sobre os tipos psicológicos.

 

Geração X

 

Numa linha temporal, a geração X está logo após os Baby Boomers (nascidos mais ou menos entre 1946 e 1964, precedidos pelos veteranos). Nascidos entre 1965 e 1978, aproximadamente, os X foram os primeiros a pensar que “a empresa não é tudo”.

Embora sejam os pioneiros na abertura das estruturas das empresas, eles apreciam estabilidade. Portanto, pode-se contar com um colaborador consistente se ele for da geração X. Afinal, para eles, as hierarquias são menos rígidas, mas ainda importam.

O desafio dessas pessoas é que elas não foram treinadas com o conceito de capacitação dos dias de hoje. Fora isso, é pressionada pela geração Y enquanto os Baby Boomers demoram para abandonar os cargos.

 

Teste pontomais 2019

Geração Y

 

Nascida, aproximadamente, entre 1979 e 1992, a geração Y (também chamada de millenials) é marcada pela revolução tecnológica. Enquanto os X tiveram de ser treinados para incorporar a tecnologia ao trabalho, os Y já entram no mercado com essa realidade.

A globalização tem forte apelo para os millenials. Eles são informais e, por isso, hierarquias rígidas não interessam. A mentalidade é a de que a empresa precisa se adaptar ao indivíduo e não o contrário.

 

Os X introduziram a informalidade e os Y a extinguiram. Embora sejam ótimos com tecnologia e muito empreendedores, não são líderes tão bons. Ouve-se falar sobre eles serem multitarefa, mas não se engane: isso não significa que todas são bem executadas.

Os millenials são imediatistas e um tanto desconcentrados. Além disso, são mais voltados a fazer do que a pensar (daí também a dificuldade com o planejamento e a liderança) e usam a empresa como trampolim para suas carreiras.

 

Os Y ficam na organização enquanto é vantajoso — por isso, é importante mantê-los interessados. Há uma confusão nessa geração entre ter acesso ao conhecimento e, de fato, saber. Em tese, não são conservadores, usam redes sociais para o trabalho e dependem da tecnologia.

 

Gerações W e Z

 

As gerações W (1991)  e Z (2001) têm conectividade natural. Enquanto a primeira tem o virtual presente desde bebê, a segunda nasceu com a tecnologia em alta e não conhece o mundo sem ela. Eles não a usam apenas para trabalhar, mas para viver.

Até as atividades mais básicas do cotidiano são expressadas por meio de códigos eletrônicos. Você tem um sobrinho ou filho dessa geração? Observe que algo só tem peso na vida deles quando há um post ou um compartilhamento sobre o assunto.

 

Essa geração é utilitarista: se algo não é útil, aciona-se um botão e aquilo simplesmente desaparece. Por cultivarem relações superficiais, é de se pensar como jornadas e relações de trabalho vão se dar com a geração Z em campo.

 

Como obter o melhor de cada geração no trabalho?

 

Ainda que alguém pertença a uma geração de acordo com seu nascimento, lembre-se de que esse indivíduo pode ter características de outra, já que todos são formados pelo meio e por aspectos intrínsecos.

 

A dica é analisar quais são as particularidades das gerações no mercado de trabalho, a partir das que se destacam no colaborador ou candidato. Isso permite fazer o diagnóstico de com qual ele mais se identifica e atuar com base nessas características-chave.

 

Identifique as gerações no ambiente corporativo e estude sobre esse assunto para conhecer cada vez mais a equipe. Aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais para que esse conhecimento chegue a mais pessoas!

 

Teste pontomais 2019

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São de 5.000 empresas e 110.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. A solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos e assegurar de que as empresas estejam DENTRO DA LEI. Não perca tempo, CLIQUE AQUI, conheça a Pontomais e venha Rhevolucionar a gestão da sua empresa

Entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e serviços. Até breve 🙂