Tipos de controle de ponto: venha conhecer as diferenças entre eles!

O uso do controle de ponto e acompanhamento de jornada de trabalho passou a ser obrigatória para estabelecimentos com mais de 20 colaboradores, por conta da Consolidação das Leis de Trabalho – CLT. Por isso, entender qual o tipo de controle de ponto mais adequado para cada empresa passou a ser essencial.

Com o tempo corrido dos dias de hoje, às vezes fica complicado acompanhar o horário de entrada e saída dos funcionários. Porém, é preciso ter atenção a isso. Promover um controle da equipe é essencial para qualquer negócio.

Os diferentes tipos de controle de ponto servem para tanto, auxiliando o empregador a cumprir os mandamentos trabalhistas e evitando atrasos, que beneficiam o empregado e o empreendimento.

Pensando nisso, preparamos este post para que você conheça os diferentes tipos de controle de ponto. Continue a leitura e confira!

Tipos de controle de ponto

Primeiramente, quando a empresa decidir utilizar o controle de ponto, ela deve levar em conta o número de funcionários que possui e o fluxo de entrada e saída.

Dependendo da situação, apenas um só ponto não será suficiente para toda a demanda, e isso pode prejudicar o empregador e o empregado. A empresa está livre para escolher o ponto que se encaixe melhor para o negócio, sendo que, em alguns casos, é obrigatório o registro eletrônico de ponto.

Veremos neste post os tipos de ponto e as variações em cada tipo. São eles: 

  • Pontos mecânicos:
    • Relógio de ponto cartográfico;
  • Pontos manuais:
    • Livro de ponto;
    • Cartão ponto;
  • Pontos eletrônicos:
    • Relógio ponto:
  • Ponto digitais:
    • Ponto online.
Planilha de Controle de Ponto

Ponto mecânico

Relógio de ponto cartográfico

Aqui o controle é manual, e o colaborador insere um cartão de papel que registra o horário de entrada e saída.

Essa é uma opção que traz mais segurança, visto que não há possibilidade de modificações e rasuras. Contudo, para a sua eficácia, é necessário que o funcionário bata o ponto corretamente todos os dias. Além disso, é preciso observar se outro funcionário não está fazendo isso em seu lugar.

A desvantagem desse método é que as horas trabalhadas são contadas de forma manual, o que leva tempo e permite a ocorrência de falhas.

Hoje, esse tipo de sistema não é o mais acessível ao empregador, existem opções mais simples e baratas no mercado.

Ponto manual

Livro de ponto

Como método mais barato, o livro de ponto é muito utilizado pelas pequenas e médias empresas para ter o controle de seus funcionários. Mesmo que seja mais difícil para o departamento de pessoal e RH fazer a gestão dessas jornadas de trabalho.

Essa opção é muito utilizada pelos empreendimentos pequenos em que não há a possibilidade de investir em um sistema mais completo e seguro.

No entanto, ele é suscetível a falhas e fraudes, o que obriga o empregador a ter constante controle e monitoramento. O documento não pode ter modificações ou rasuras, para que não seja obrigado a ser refeito.

No caso de empresas com muitos empregados, essa modalidade se torna bem mais difícil e gera muito trabalho.

Pontos eletrônicos

Relógio ponto eletrônico

O relógio de ponto eletrônico é similar ao relógio ponto cartográfico, no sentido de ser apenas uma máquina em que os colaboradores podem registrar o ponto. 

Mas os relógios de ponto podem ser diferentes entre si. Alguns sistemas funcionam por meio da biometria do dedo, então o colaborador registra o ponto com a digital e recebe um papel da máquina com as informações do horário registrado. Outros sistemas funcionam com cartão de ponto.

Para empresas que optam pelo uso de relógios de ponto que precisam de um sistema que guarde as informações de ponto na nuvem, para que os funcionários não tenham que guardar os papéis para salvar as informações da sua jornada, existem sistemas como o Pontomais que fazem essa integração.

Lembrando que o relógio de ponto precisa ser homologado pelo Ministério do Trabalho para que a integração seja possível. 

Ponto Biométrico

O biométrico, o controle de horas é feito por meio da impressão digital dos funcionários. Isso permite maior precisão para o empreendimento.

Ambos os meios agregam segurança e praticidade, evitando fraudes no controle de ponto. Eles armazenam os dados em nuvem, o que permite sempre o registro das informações captadas.

Pontos digitais

Ponto online

Uma opção moderna que surgiu no mercado é o ponto online, que conta com um sistema de controle totalmente confiável e fácil de usar.

Com ele, é possível acompanhar o desempenho diário dos colaboradores e ter o controle de ausências, horas extras e horas faltantes. Eles podem realizar suas marcações diárias por algum computador, tablet ou celular.

Os colaboradores recebem notificações para não esquecerem de registrar o ponto ou se a jornada estiver incompleta — tudo diretamente pelo celular. Além disso, essa opção permite ao gestor optar por bater e controlar o ponto no mesmo local.

Enfim, investir em controle de ponto para as empresas é essencial e cumpre a legislação trabalhista, demonstrando credibilidade ao negócio e à sua equipe.

Dentro do sistema de ponto digital ou online, existem algumas formas de registro disponíveis. São elas: 

  • Reconhecimento facial (biometria facial) – O reconhecimento facial utiliza a biometria da face, identificada através da câmera do dispositivo, para identificar o colaborador e bater o ponto. Dentro do sistema da Pontomais ficam salvas as fotos do momento em que o colaborador registrou o ponto. 
  • Registro de ponto simples – Nessa modalidade, o colaborador acessa o sistema Pontomais com login e senha próprios, ativa a geolocalização (para que o sistema possa registrar a localização do funcionário) e bate o ponto em apenas um clique.
  • QR Code – O ponto por QR Code possibilita que o colaborador bata o ponto tanto por login e senha quanto através da leitura de um QR Code. O sistema de controle de ponto da Pontomais disponibiliza o código especificamente para cada colaborador.

Vantagens do ponto digital

  1. Integração com todos os sistemas de ponto e folha de pagamento

A Pontomais pode integrar com qualquer relógio de ponto homologado pelo Ministério do Trabalho. Então se na sua empresa você prefere utilizar o relógio ponto, o colaborador vai continuar batendo o ponto normalmente e ainda ter todos os registros dele dentro da plataforma.

  1. Possui mais de 20 relatórios gerenciais

Dentro do sistema da Pontomais é possível extrair mais de 20 relatórios gerenciais, todos em tempo real. São eles:

  • Registro de ponto;
  • Horas extras;
  • Absenteísmo;
  • Banco de horas;
  • Afastamento e férias;
  • Ocorrências;
  • Entre outros. 

1. Integridade nas informações de ponto

Os colaboradores não podem realizar alteração nos horários em que bateram o ponto sem a autorização dos gestores da área, isso garante que não haverá fraude nos horários de entrada e saída.

Além disso, a Pontomais utiliza a geolocalização garantindo a localização do colaborador e disponibiliza o ponto através do reconhecimento facial, dando ainda mais segurança de que é realmente o funcionário quem está batendo o ponto.

2. Autonomia para os funcionários e gestores

Dentro do sistema da Pontomais, o colaborador pode anexar documentos como atestado médico, solicitar ajustes de ponto e justificar horas extras ou faltas. Dessa forma o gestor e o RH conseguem acompanhar de perto a jornada de trabalho de cada um.

Possui teste gratuito!

A Pontomais possui uma modalidade trial (teste grátis) para todos aqueles que entendem que precisam de um sistema de ponto digital, mas que ainda não confiam 100% nesse modelo de acompanhamento ou que precisam entender como a plataforma funciona por dentro. 

teste-gratuito

14-dias-teste-pontomais
Imagem padrão
Ricardo Nacarato
Gerente de Marketing na Pontomais