Erros no controle de ponto: 3 principais e como evitá-los

É no ponto eletrônico que começa, definitivamente, o dia de muita gente. O colaborador pegou aquele café expresso quentinho, chegou ao escritório e está pronto para mais uma jornada de trabalho. Tudo perfeito, certo? Nem sempre! Do lado daí, da sua empresa, é preciso evitar alguns erros no controle de ponto.

Você sabia que, entre os processos trabalhistas, as horas extras estão no topo da lista dos principais motivos? Essa é uma dor de cabeça que pode ser evitada por meio de um correto controle de ponto. Isso garante que a jornada de trabalho seja cumprida dentro do esperado.

Sendo assim, dê uma olhada nos 3 principais erros no controle de ponto e saiba como evitá-los.

1. Esquecer-se de fazer a marcação

Trata-se de uma responsabilidade do colaborador, mas é sua a função de cobrar para evitar que isso aconteça. O fato é que esse esquecimento é comum, principalmente se o profissional está com pressa para entrar em uma reunião ou cansado depois de um exaustivo dia de trabalho.

Quando o colaborador esquece de fazer a marcação, um gestor precisa alertá-lo e, juntos, devem incluir o horário manualmente. Desse modo, para evitar esquecimentos, o seu sistema de ponto pode enviar alertas por e-mail ou celular. Esse aviso é importantíssimo, pois ajuda a diminuir a quantidade de pontos não marcados.

2. Errar no cálculo das horas extras

Lembre-se de que as horas extras estão lá no topo dos principais motivos que resultam em processos trabalhistas. Isso significa que calculá-las da maneira incorreta não é uma opção para a sua empresa. E, para isso, é necessário contar com a precisão do ponto eletrônico.

O problema é que mudanças, como o início do horário de verão, podem atrapalhar o cálculo das horas extras. O mesmo acontece quando um horário é registrado de maneira incorreta. A conferência precisa ser redobrada e somente um sistema pode ajudá-lo a calcular tudo de maneira automática, sem interferências humanas.

 

3. Usar planilhas para controlar o ponto

Complementando o tópico anterior, é fundamental evitar erros no controle de ponto e, para tal, você deve reduzir ao máximo o nível de interferências humanas nesse processo. A implementação de um sistema pode ajudá-lo significativamente, pois os cálculos são feitos de maneira automática.

Assim, o uso de planilhas, cadernos e outras ferramentas manuais expõe o seu controle de ponto a erros e fraudes. Colaboradores mal-intencionados podem solicitar que outros registrem o ponto por eles, por exemplo. Também podem acontecer problemas na fórmula da planilha, prejudicando a precisão da conferência das horas trabalhadas.

Ah! Não podemos esquecer que o espelho de ponto precisa ser assinado tanto pelo colaborador quanto pela empresa. Se isso não for feito, esse documento pode ser utilizado em contestações jurídicas. Esse é outro aspecto que um sistema digital pode resolver, pois já é possível assinar o espelho de forma on-line.

Ao evitar esses erros no controle de ponto, você consegue dimensionar com exatidão a jornada de trabalho que é cumprida por sua equipe. Desse modo, pode encontrar indicadores, como absenteísmo, rotatividade e produtividade, direcionando esforços para outros pontos que necessitam de atenção.

Sua empresa precisa de um sistema de ponto que seja eficiente e fácil de usar? Entre em contato com a Pontomais e conheça um completo controle de ponto que cabe na palma da sua mão.

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São de 5.000 empresas e 110.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. A solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos e assegurar de que as empresas estejam DENTRO DA LEI. Não perca tempo, CLIQUE AQUI, conheça a Pontomais e venha Rhevolucionar a gestão da sua empresa

Entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e serviços. Até breve 🙂