Planejamento financeiro: 4 dicas para passar 2019 sem sufoco!

As boas energias do ano novo contaminam muitas pessoas, incluindo os empreendedores. É nesse momento que eles costumam fazer uma reflexão a respeito do direcionamento da empresa. Claro que um dos tópicos mais lembrados, geralmente, é a questão financeira, afinal, é preciso garantir que a organização se mantenha sustentável durante todo o ano.

Agora, como fazer um planejamento financeiro para 2019? Essa é a pergunta que devemos nos fazer! É justamente ela que pretendemos responder. No post de hoje, você confere 4 dicas para que a sua empresa passe esse ano com as contas no azul! Confira a seguir!

 

1. Invista em um software financeiro

 

Se você ainda não conta com um software para controlar as suas finanças, então é o momento de aproveitar esse ano para investir em tecnologia. Basicamente, esses softwares ajudam o gestor a organizar todas as entradas e saídas dos recursos financeiros do negócio, fornecendo projeções, entre outras facilidades.

Além disso, esses softwares permitem um acompanhamento do negócio em tempo real e de qualquer lugar, fornecendo todos os indicadores necessários para que o empresário tome as melhores decisões para o seu negócio.

 

2. Trace metas inteligentes para a empresa

 

Claro, o planejamento financeiro para 2019 também é um excelente momento para traçar as metas do seu negócio. Mas, quando falamos sobre as metas financeiras, é preciso tomar cuidado. Isso porque os empresários facilmente estipulam metas fora da realidade, o que pode desestimular as equipes.

Para que você elabore metas com o pé no chão, é preciso que elas atendam determinados elementos. Chamamos esse padrão de metas SMART. Basicamente, é preciso que as metas desenvolvidas pela sua empresa sejam específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais. Assim, elas serão realmente priorizadas pelas equipes.

 

Teste gratis pontomais 2019

3. Defina os indicadores de desempenho

 

Tão importante quanto planejar o que vai fazer durante o ano todo, é definir quais serão os critérios que adotará para saber se está ou não no caminho certo. Em outras palavras, mensurar os resultados é indispensável. Para que isso seja possível, é preciso definir com clareza quais serão os indicadores financeiros que acompanhará.

Alguns exemplos de indicadores indispensáveis são o Ticket Médio, os indicadores de rentabilidade e liquidez, o faturamento bruto e o nível de endividamento.

Planejamento financeiro: você está fazendo direito?

4. Realize projeções para o seu negócio

 

Por fim, outra dica para melhorar o seu planejamento financeiro para 2019 é realizar as projeções do seu negócio. A ideia é avaliar os fluxos de caixa dos períodos anteriores para prever quais serão as suas necessidades nesse ano. Dessa forma, você antecipa despesas e consegue realizar um planejamento do estoque muito melhor.

Claro que os indicadores internos são apenas uma parte da análise. Você também deve ficar atento às projeções realizadas por economistas e instituições da sua área e comparar com todos os dados que reuniu internamente. Assim, sua avaliação será muito mais acurada, pois levará em consideração as informações do ambiente interno e externo.

Gostou das nossas dicas de hoje? Então siga nossas redes sociais — Facebook e LinkedIn — e fique por dentro de muito mais novidades!

 

Teste gratis pontomais 2019