A pesquisa de satisfação interna é uma ferramenta de extrema importância para a sua organização.

Podemos destacar, então, como resultado dessa técnica, a motivação para que sua equipe cumpra metas, mantenha-se confiante e esteja pronta para “vestir a camisa” da empresa, garantindo retorno e lucratividade.

 

Isso porque, é por meio dela que você conseguirá identificar o clima organizacional, saber se as campanhas de comunicação estão dando resultado, coletar novas ideias e, posterior à sua tabulação, criar ações de motivação para o público interno.

Mas se você não tem ideia de como começar, fique tranquilo! Com este post, nós vamos tirar todas as suas dúvidas! Confira!

 

Qual o papel da pesquisa de satisfação interna?

 

A pesquisa de satisfação interna é uma técnica aplicada com os funcionários da empresa a fim de avaliar os dados e a rotina. Ela é uma importante ferramenta do planejamento estratégico.

 

Portanto, é por meio desse instrumento que são identificados os principais problemas e dificuldades individuais e coletivos da organização. Por isso, a pesquisa deve ser clara e objetiva, planejada e elaborada visando responder às principais questões que os gestores/líderes apresentam, como, por exemplo:

 

  • saber como está o clima organizacional;
  • verificar a motivação dos funcionários;
  • captar novas ideias;
  • ouvir as reclamações;
  • identificar problemas nos setores;
  • entender como estão os relacionamentos;
  • conferir como anda a limpeza e a organização do trabalho;
  • saber sobre o plano de benefícios;
  • checar se os equipamentos disponíveis para o trabalho são suficientes.

Qual é o momento certo para aplicar a pesquisa?

 

Muitas empresas deixam para aplicar a pesquisa de satisfação somente quando sentem que há algo errado, como é o caso de:

 

  • faltas e atrasos;
  • clima pesado;
  • crescimento nos pedidos de demissão;
  • improdutividade;
  • reclamações de clientes.

 

Porém, o ideal é que esses fatores não precisem acontecer para que a empresa possa tomar uma atitude. Como forma de prevenir problemas e garantir a satisfação dos colaboradores, é recomendado aplicar a pesquisa pelo menos uma vez ao ano e compará-la com os gráficos dos períodos passados.

 

Ah, outra dica: não deixe para aplicar a pesquisa no mês de dezembro. Normalmente, nessa época, os funcionários já estão cansados e com a sobrecarga do ano inteiro. Isso pode afetar negativamente o desempenho.

 

 

Como os resultados devem ser trabalhados?

 

De nada adianta aplicar uma pesquisa de satisfação se não houver boa mensuração de resultados, que deve ser acompanhada pela análise minuciosa de cada questão.

Assim, por meio da tabulação que são elaboradas as estratégias de comunicação interna, que devem ser apresentadas com a descrição (da ação), o prazo (de conclusão) e os valores (do orçamento).

 

Mas, atenção! Não vale apenas aplicar a pesquisa e não apresentar as ações de resultados aos funcionários. Caso contrário, eles notarão que não vai adiantar responder a um questionário se a empresa não toma nenhuma atitude. Por isso, é necessário avaliar quais são as perguntas que serão trabalhadas com eles para evitar transtornos futuros.

 

Agora que você sabe tudo sobre a pesquisa de satisfação interna, curta a nossa página no Facebook para ficar por dentro de mais dicas para o dia a dia da sua empresa!

 

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São de 5.000 empresas e 110.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. A solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos e assegurar de que as empresas estejam DENTRO DA LEI. Não perca tempo, CLIQUE AQUI, conheça a Pontomais e venha Rhevolucionar a gestão da sua empresa

Entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e serviços. Até breve 🙂