Trabalho remoto: como gerar confiabilidade e agilidade?

O trabalho remoto tem se tornado uma grande tendência mundial. Nos últimos anos, muitas empresas se tornaram “remotas”. Isso é algo que vem sendo aprimorado conforme a geração do milênio assume o mercado de trabalho.

Essa nova geração não depende mais de coisas como cronogramas rigorosos ou um local de trabalho específico para “fazer as coisas acontecerem”. Além disso, esses jovens conectados são os mais qualificados para se dedicar a esse tipo de modalidade de trabalho.

Os millennials estão bem cientes dos benefícios de trabalhar remotamente e é natural que eles vejam esse fenômeno como o futuro do mercado de trabalho. Devido a essa tendência cada vez mais popular, alguns até mesmo se recusam a aceitar um trabalho presencial. Eles sabem que podem encontrar uma opção mais conveniente e flexível em outros lugares.

Por isso, neste artigo, você vai aprender como gerar agilidade e confiabilidade ao trabalho dos colaboradores de forma remota. Vamos lá?

O cenário do trabalho remoto no Brasil

Recentemente, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) passou por uma reforma. O objetivo era adequar a legislação às novas relações de trabalho, incluindo a prática do trabalho remoto. O novo texto regulamenta a modalidade do trabalho fora das dependências do empregador, por meio da utilização de tecnologias de informação e comunicação.

No entanto, ainda não existe a obrigatoriedade de uma empresa oferecer vagas de trabalho remoto. De forma geral, prestar serviços remotamente só deve ocorrer quando de comum acordo entre empregado e o empregador.

A grande discussão da Reforma Trabalhista é que o trabalho remoto não contempla a jornada habitual de oito horas diárias. Sem essa legislação e sem o devido controle, um colaborador poderia trabalhar por mais 8 horas sem receber horas extras. Ele poderia até trabalhar apenas por 1 hora sem sofrer nenhum tipo de sanção do empregador.

Porém, o controle da jornada, bem como as ferramentas utilizadas podem ser discutidas e implementadas entre você e o empregado. É possível fazer isso por meio de contrato de trabalho, tanto por produtividade, bem como para remunerar as horas trabalhadas.

Quanto aos outros direitos, como férias, décimo terceiro, aviso prévio, licenças e outros, eles continuam os mesmos. Ou seja, trabalhando presencial ou remotamente, os direitos dos empregados devem ser garantidos.

Para que o trabalho nessa modalidade seja produtivo, é preciso que o funcionário seja muito disciplinado e orientado a resultados. Já a empresa precisa ter uma liderança forte e gerentes capazes de se adaptar e inovar no gerenciamento de equipes.

As descrições de cargo devem fornecer flexibilidade e uma medição de desempenho com base em resultados e não em ações. Finalmente, o sinônimo de trabalho remoto é, obviamente, digital. Qualquer descrição do teletrabalho é altamente dependente de dispositivos e internet.

 

Pontomais 2019

As opções tecnológicas que otimizam o trabalho remoto

Existem alguns pré-requisitos básicos para tornar o trabalho remoto possível. Isso inclui um local específico para trabalhar, um computador, conexão ininterrupta com internet, smartphone e uma linha telefônica.

Porém, existem outras inovações tecnológicas a considerar para otimizar o trabalho remoto. Veja algumas delas!

Controle de ponto online

Como visto, o principal ponto de dúvida quanto à Reforma Trabalhista é como será feito o controle de ponto do colaborador remoto. Felizmente, já existem sistemas de controle de ponto, nos quais o funcionário pode fazer as marcações de entrada, saída. Tudo isso a partir do seu próprio smartphone.

Esses sistemas estão de acordo com as exigências das Portarias 1510 e 373 do Ministério do Trabalho, bem como com as normas do eSocial. Trata-se, portanto, de um grande avanço tecnológico, permitindo que a equipe de RH controle em tempo real todas as ocorrências do ponto. E o melhor, de forma rápida, prática e segura.

Softwares integrados na nuvem

Hoje em dia, existe uma infinidade de serviços na nuvem (cloud computing) que permitem trabalhar com documentos, planilhas e apresentações. Também existem ferramentas para gerenciar equipes, armazenar documentos online e aumentar a produtividade do trabalho remoto.

Tudo isso pode ser acessado por meio de um navegador de internet, sem que seja preciso instalar qualquer software ou salvar qualquer arquivo no seu computador. Todos os arquivos ficam disponíveis online, podendo ser trabalhados de forma colaborativa.

Suítes de comunicação

A comunicação, é claro, é a chave para o sucesso com o trabalho remoto. A tecnologia VoIP tornou isso mais fácil. Atualmente, muitas plataformas já são abrangentes o suficiente para reunir todos os canais de comunicação em uma única interface. Elas englobam mensagens instantâneas, e-mail, teleconferências, videoconferência e muito mais.

Isso significa que esse conjunto de ferramentas de comunicação ajuda o trabalhador remoto a se conectar com qualquer pessoa. É possível consultar colegas de trabalhos, fornecedores e até mesmo clientes.

Ensino à distância

Até mesmo aqueles que trabalham remotamente podem participar de sessões de treinamento para melhorar suas habilidades e competências. Muitas escolas e universidades já disponibilizam cursos livres, de graduação e pós-graduação no formato EAD.

Dessa forma, o funcionário remoto pode participar de treinamentos sem que ele precise se deslocar para tal. Além disso, esses cursos oferecem fóruns e sistemas de bate-papo para que o estudante possa interagir com professores e outros colegas da empresa ou de profissão.

Sistemas de análise de desempenho

Quando boa parte de sua equipe está trabalhando remotamente, fica mais difícil para os gestores avaliarem o desempenho dos funcionários e fornecer feedbacks. É aqui que o software de avaliação de funcionários pode oferecer um suporte fabuloso aos gerentes.

Esses sistemas funcionam com base no feedback contínuo. Qualquer pessoa pode participar, o que permite um feedback de 360 graus. Desse modo, isso ocorre mesmo quando há uma interação mínima presencial entre as pessoas. Essas ferramentas também ajudam os gerentes a sugerir programas de treinamento apropriados para os funcionários, ajudando-os a crescer em suas carreiras.

Dessa forma, conforme a força de trabalho se tornar mais progressiva, ferramentas e softwares online, se tornarão a maneira preferida de comunicação. Em um futuro próximo, a inteligência artificial (AI) também desempenhará um papel importante no gerenciamento de equipes remotas.

Manter esses avanços em mente pode deixar as empresas mais à vontade com essa modalidade de trabalho. A transição para o trabalho remoto pode parecer assustadora, mas com a tecnologia certa e funcionários dedicados, esse se torna em um processo contínuo. Tudo isso gera inovação, produtividade e crescimento para o seu negócio.

Gostou das dicas de tecnologia para otimizar o trabalho remoto? Então, confira nosso artigo com outra solução tecnológica, o ponto portátil!

 

 

Teste gratis pontomais 2019

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São de 6.500 empresas e 130.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. A solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos. Assegurar de que as empresas estejam DENTRO DA LEI. Não perca tempo, CLIQUE AQUI, conheça a Pontomais e venha Rh Evolucionar a gestão da sua empresa.

 

Leia também:

Trabalho Remoto: Conheça 4 direitos dos profissionais que trabalham assim