A sucessão empresarial ainda é um tema delicado para muitos negócios. Afinal, pesquisas mostram que são raros os casos em que a empresa chega à terceira geração de sucessores. E realmente é um caso a se pensar: quais empresas são exemplo de longevidade?

Walt Disney Company, Coca-Cola, Ford… Existem outras, mas em meio ao universo empresarial, é um número reduzido. Mas o que será que elas fizeram para se perpetuar durante tanto tempo?

Você pode ter atitudes parecidas com as dessas empresas e, assim, aumentar as chances de o seu negócio ultrapassar a barreira do tempo, sempre com eficiência e gerando lucro. Para isso, é fundamental preparar a sua sucessão empresarial. Veja como fazer!

 

Os tipos de sucessão empresarial

 

Existem alguns tipos de sucessão empresarial. É importante entendê-los para aplicar as melhores estratégias para cada um deles:

 

  • Sucessão familiar: quando a mãe ou o pai transferem a empresa para um dos filhos ou outro familiar. Essa pessoa vai substituir a liderança da empresa, sem apenas herdar o lucro, mas também herdando as funções e posição dentro do negócio
  • Sucessão trabalhista: o sucessor assume as obrigações trabalhistas do antecessor. Ou seja, os colaboradores não devem ter prejuízo algum durante a troca de comando da companhia
  • Aquisição de fundo de comércio: um comprador adquire um ponto comercial, e as atividades, bens e dívidas do antecessor são transferidas para o sucessor

 

4 passos para fazer a sucessão

 

É fundamental que tudo fique bem durante a sucessão empresarial. É um momento delicadíssimo de um negócio e, muitas vezes, é a hora em que todo o patrimônio pode se despedaçar. E, certamente, esse não era o objetivo quando você criou a empresa.

Por isso, siga alguns procedimentos que ajudarão a manter tudo sob controle durante o processo de transição.

 

1. Planeje a sucessão com antecedência

 

A não ser que seja em caso de doença grave, jamais deixe a sucessão empresarial para a última hora nem a faça do dia para a noite. Isso é prejudicial tanto para quem sai quanto para quem vai entrar, sem contar que os funcionários ficarão perdidos. Tudo isso aumenta as chances de a empresa naufragar em um futuro próximo.

Portanto, comece a planejar a sua sucessão com muita antecedência. Pense com calma na missão, visão e valores da empresa que devem prosseguir após a troca de comando, qual o perfil ideal de quem comandará o negócio, quais são os espaços para inovação, entre outros detalhes. Quanto antes você começar a pensar a respeito, maiores as chances de sucesso.

 

2. Analise e treine os possíveis sucessores

 

Veja quem tem as qualidades e a capacidade necessárias para assumir o comando do negócio. Essa pessoa pode estar entre os filhos, familiares ou pessoas próximas a você na empresa. Deve haver um conjunto de habilidades e princípios que a tornem a melhor escolha para você passar o bastão.

Além disso, saiba que não adianta jogar a responsabilidade no colo da pessoa que você quer que fique no seu lugar. Ela deve ser preparada para assumir o posto, sem sustos.

Logo, invista na qualificação: cursos, aconselhamento, acompanhamento e outras maneiras de capacitar o sucessor são praticamente obrigatórias.

 

3. Evite conflitos

 

São comuns os conflitos entre aqueles que estão interessados em suceder o comando empresarial. Esse quadro é tóxico e contribui para fragmentar a empresa, destruindo tudo o que foi construído com muito trabalho pelo antecessor.

Por isso, atue para minimizar o impacto de qualquer disputa de poder. E se considerar que um potencial sucessor pode fazer qualquer coisa para assumir a empresa, não hesite em mudar de ideia. É fundamental que lideranças empresariais tenham equilíbrio.

 

4. Delegue funções

 

Para passar o bastão com calma e eficiência, é importante delegar parte de suas funções para os outros. Além de analisar a forma de cada um lidar com as tarefas, você vai transferindo responsabilidades e ficando mais confortável em sair da empresa.

Afinal, ela precisa sobreviver sem você. E o segredo da sucessão empresarial é fazer com que a próxima liderança possa promover um bom trabalho, garantindo a longevidade do negócio.

Você vem planejando fazer uma sucessão empresarial? Quer dicas sobre o mundo corporativo? Então nos acompanhe pelo Facebook, LinkedIn e Google+ para aprender cada vez mais!