RH estratégico e RH operacional: Entenda as principais diferenças

Como funciona o departamento de recursos humanos da sua empresa? Saber a resposta para essa pergunta é de extrema relevância! RH estratégico ou operacional colecionam características próprias e algumas diferenças entre eles. De antemão, podemos revelar que atuar estrategicamente proporciona algumas vantagens extras em relação ao outro modelo.

Para que você descubra quais são elas e por que a empresa deve adotar uma postura que tende a ser mais planejada que operante, continue a leitura! Acompanhe as vantagens e saiba mais!

O que é o RH operacional?

A primeira informação que você precisa saber para escolher adotar a postura de RH estratégico ou operacional é o conceito de cada um.

O RH operacional é aquele que tem um caráter mais tradicional, exercendo funções burocráticas por meio de procedimentos padrões. Folha de pagamento, recrutamento e seleção fazem parte da rotina, mas não de forma estratégica e planejada.

Essas ações são apenas operacionais. Excluem análises de desempenho e avaliação dos resultados — fundamentais para que haja melhorias no setor e na empresa como um todo, mantendo a competitividade. Com um mercado cada vez mais acirrado, é preciso agir estrategicamente.

E o RH estratégico?

O RH estratégico automatiza as atividades operacionais por meio de softwares destinados a essas funções, trabalhando em busca de resultados. A partir daí, o profissional ganha tempo para atuar visando a esse objetivo. Dessa forma, os indicadores de desempenho passam a ser a rotina do departamento, promovendo efeitos satisfatórios a partir da atuação dos seus colaboradores.

Assim, quando atua estrategicamente, o RH parte dos objetivos e políticas da empresa rumo à satisfação de todos os envolvidos no seu funcionamento. As informações precisas e os resultados de avaliações bem estruturadas revelam os pontos fortes e fracos da organização.

Esse conhecimento permite que o processo de tomada de decisões seja mais eficaz. Também promove uma comunicação seja mais efetiva.  Além disso,  as falhas passam a ser corrigidas antes de se transformarem em um grande problema e as qualidades sejam potencializadas.

O uso de soluções tecnológicas garante a segurança e a exatidão de processos burocráticos. Como por exemplo, o cálculo da folha de pagamento. E pode revelar informações valiosas que influenciam diretamente nas decisões mais importantes da empresa.

 

ebook indicadores de desempenho para rh 2019

Como transformar o RH operacional em estratégico?

Ao longo do texto, você, possivelmente, identificou se a sua empresa tem um RH estratégico ou operacional. De fato, os processos burocráticos são de extrema importância no funcionamento da organização, e é por isso que muitas companhias ainda mantêm esse modelo de atuação.

Entretanto, com os avanços tecnológicos possibilitando que esses processos sejam facilitados, o departamento não precisa mais manter o foco nessas atividades. Ao automatizar essas funções, o RH pode se dedicar a ter uma atuação mais estratégica.

Conheça agora algumas maneiras de fazer com que o departamento transforme sua atuação operacional em estratégica.

Otimizar os processos da folha de pagamento

No lugar de fechar a folha de pagamento e fazer o controle de ponto manualmente, a empresa deve utilizar recursos tecnológicos.

O processo automatizado reduz falhas, impede o retrabalho e otimiza o tempo da equipe. Dessa forma, o profissional pode se dedicar ao planejamento para melhorias e ao foco em resultados efetivos.

Aprimorar os processos de recrutamento e seleção

Os processos de recrutamento e seleção deixam de ser atividades limitadas ao preenchimento de vagas e tornam-se um processo alinhado às políticas da empresa. A preocupação então passa a ser acompanhar a sua evolução, considerando o perfil do candidato em relação aos valores da companhia.

Dessa forma, a tendência é formar um time de alto desempenho e diminuir os índices de turnover e absenteísmo.

Adotar a gestão de benefícios

Empresas que mantêm o seu RH atuando no modelo operacional, geralmente, não têm uma preocupação a mais com a política de benefícios. O resultado acaba no oferecimento apenas do pacote básico composto por plano de saúde e vale-alimentação.

O problema é que esse modelo já não funciona mais quando o objetivo é atrair e reter talentos. A atuação do RH estratégico utiliza a política de benefícios como uma poderosa ferramenta na atração e retenção dos melhores profissionais do mercado. O que promove resultados positivos para o negócio.

Promover a gestão de desempenho

A gestão de desempenho no RH operacional é nula. Como não existem ferramentas estratégicas para que os resultados sejam precisos, não podem ser consideradas como uma base de dados segura para a tomada de decisões.

O uso de softwares permite o acompanhamento de metas previamente estabelecidas, revelando a produtividade do colaborador e relacionando-a com a evolução da empresa em um determinado período.

Como você pôde perceber, faz toda a diferença saber escolher entre RH estratégico ou operacional. Automatizar processos operacionais eleva os resultados e coloca o colaborador no papel de parceiro na busca por esses objetivos. Aumenta a satisfação e promovendo o engajamento.

Ficou interessado em saber mais sobre a automatização dos processos? Aproveite para ler nosso outro artigo sobre as tendências tecnológicas do setor.

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São de 5.000 empresas e 110.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. A solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos. Assegura que as empresas estejam DENTRO DA LEI. Não perca tempo, CLIQUE AQUI, conheça a Pontomais e venha Rhevolucionar a gestão da sua empresa.

 

14 dias grátis 2019

 

Entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e serviços. Até breve 🙂