Dentro do âmbito organizacional, mais do que selecionar bons funcionários, conseguir realizar a retenção de talentos têm se mostrado um desafio e tanto. Isso se dá, em partes, por conta do comportamento da chamada geração Y, que entre suas características, percebe-se a facilidade em mudar de emprego, principalmente se seu bem-estar estiver em jogo.

Para te ajudar nessa jornada pela retenção de talentos da sua empresa, trouxemos uma série de medidas que podem ser aplicadas em prol deste objetivo. Continue acompanhando a leitura e confira nossas 6 dicas!

 

1. Apresente um plano de carreira

 

Ao ingressar em uma nova empresa, os colaboradores têm seus próprios planos e metas. Se antes eles permaneciam “no escuro” quanto às possibilidades, hoje preferem que tudo lhes seja apresentado claramente.

Por isso, logo ao contratar um novo colaborador, estabeleça um plano de carreira alcançável. Esteja sempre aberto a perguntas em relação a esse plano e mostre que crescer dentro da empresa é possível.

 

2. Melhore o clima organizacional

 

O clima do ambiente de trabalho é um medidor eficiente da satisfação da equipe. Portanto, fique sempre atento a qualquer mudança, e acima de tudo, promova um clima de trabalho positivo e inspirador.

Desde a decoração do ambiente até o modo de tratar os funcionários, tudo deve ser pensado para que todos se sintam motivados a trabalhar ali.

 

3. Permita a troca de ideias

 

Um ambiente onde todos ficam calados, cada um focado em seu próprio trabalho, pode até parecer uma fonte de produtividade, mas pode esconder a desmotivação e estagnação da equipe.

Por isso, promover a troca de experiências e ideias entre os funcionários é uma prática muito importante. Além de estreitar os laços entre os colaboradores, isso permite maior engajamento e aprendizado.

 

4. Dê feedbacks

 

Deixar os colaboradores exercerem suas funções dia após dia sem qualquer tipo de feedback pode causar uma impressão negativa e prejudicar a retenção de talentos. Isso porque, pessoas que anseiam o crescimento profissional precisam saber sobre a qualidade de seu trabalho, para saber onde devem melhorar.

Portanto, dê atenção ao feedback. Faça críticas justas e não esqueça de parabenizá-los quando for necessário. Isso estimula o colaborador a sentir que está aprendendo constantemente e a continuar se aperfeiçoando.

 

5. Ouça o que eles têm a dizer

 

Potenciais talentos podem estar escondidos na sua empresa por falta de oportunidade de mostrar suas ideias. Crie estas oportunidades, ouça o que eles têm a dizer, solicite sua opinião para a resolução de problemas.

Além de poder se surpreender com a descoberta do potencial de sua equipe, você faz com que eles se sintam essenciais para o sucesso da empresa.

 

6. Atente-se à remuneração

 

De nada adianta criar o ambiente de trabalho perfeito se o salário e os benefícios não estiverem condizentes ao cargo de seus funcionários. Por mais que eles visem crescer e se sentirem bem aonde trabalham, o dinheiro ainda é um fator que pesa.

Sendo assim, evite que os membros de sua equipe pensem duas vezes ao receberem uma ótima proposta do concorrente. Ofereça desde o princípio um salário justo e que os satisfaçam.

Levar em consideração todos esses fatores que influenciam na retenção de talentos é algo com que o gestor de RH deve estar constantemente preocupado. Desenvolver-se em sua função e buscar cada vez mais ser assertivo e humano em suas decisões já são grandes avanços para que a empresa cresça sólida e com uma equipe produtiva e satisfeita.

Viu como promover a retenção de talentos é possível com a implementação de algumas medidas? Aproveite para aprender como gerenciar uma equipe assertivamente!