O que fazer: terceirizar ou internalizar o RH?

A gestão de pessoas dentro da empresa é uma tarefa difícil de ser executada a contento — pelo menos, na maioria das vezes. Os indivíduos são diferentes, têm opiniões diversas e nem sempre são flexíveis ou fáceis de se relacionar, não é mesmo?

De qualquer modo, é fundamental fazer o gerenciamento do pessoal com alta eficiência. E cabe ao Departamento de Recursos Humanos (RH) essa importantíssima tarefa.

O problema é que nem toda companhia investe no setor, seja por não poder arcar com os altos custos que sua implementação exige ou por não saber se vale a pena a internalização ou a terceirização do RH.

Pensando nisso, preparamos este artigo para ajudar você a decidir o que é melhor para seu negócio: terceirizar ou internalizar? Continue a leitura!

 

É possível terceirizar ou internalizar o RH?

 

Claro! Dependendo do porte da empresa, você pode optar por internalizar ou terceirizar o RH. Para isso, é preciso conhecer as vantagens e desvantagens de cada opção e decidir o que é melhor dentro de seu contexto.

Considere o número de funcionários e o gasto despendido com a equipe de RH para cuidar desse processo. Avalie todos os custos com a equipe do departamento, como salários, benefícios, FGTS, férias etc.

Posteriormente, saiba qual seria o custo para desenvolver o mesmo trabalho, porém de forma terceirizada. Dessa maneira, você obterá um ótimo parâmetro para avaliar se é mais vantajoso terceirizar ou internalizar o RH.

Quer se aprofundar mais nessa questão? Ensinaremos, a seguir, como avaliar quando terceirizar ou internalizar o RH!

 

Quando terceirizar o departamento?

 

A terceirização surge como uma alternativa para reduzir custos, economizar espaços e otimizar as operações, tornando-as mais ágeis. Se sua empresa é de pequeno ou médio porte, é provável que essa seja a melhor opção.

Geralmente, os serviços terceirizados implicam em menos custos e preocupações para o gestor, além de mais agilidade e eficiência. É possível, por exemplo, contratar uma companhia para gerenciar o recrutamento de candidatos. Outra saída é valer-se dos serviços de contabilistas para elaborar a folha de pagamento.

Caso você opte por terceirizar o RH, poderá usufruir de serviços com melhor qualidade. As empresas terceirizadas costumam investir na capacitação e atualização de seus profissionais, bem como em tecnologia avançada para efetivar as atividades. E o melhor: você só pagará pelos serviços contratados durante o tempo em que forem necessários.

Contudo, informe-se antes, por precaução, se a instituição parceira paga pontualmente seus funcionários e não tem problemas jurídicos ou responde a processos trabalhistas, certo? Esse cuidado é fundamental!

 

Por que optar pela internalização?

 

Em geral, manter um departamento de RH dentro da organização custa caro. Os gastos envolvem o pagamento de salários e encargos sociais de todos os colaboradores que trabalharão no departamento, a compra de equipamentos e softwares e a transformação do espaço físico.

Se seu negócio é de grande porte e conta com muitos recursos, internalizar o RH pode ser a melhor opção. Dessa forma, é possível concentrar todas as atividades, como:

 

 

Mas, afinal, por que a terceirização do RH é vantajosa para uma instituição? É o que explicaremos em seguida!

 

Quais as vantagens da terceirização do RH?

 

Muito se falou sobre a terceirização do RH, mas a dúvida é: como essa ação pode trazer benefícios para a gestão? A fim de solucionar tal questionamento, preparamos este tópico com as vantagens que ela pode agregar à sua empresa. Confira!

 

Baixo custo

 

Desenvolver o setor de RH envolve uma alta despesa. Além do grande custo de investimento, o departamento precisa ser eficiente para gerar o retorno necessário — e essa tarefa pode demandar muitas pessoas e inúmeros gastos.

Ao terceirizar o processo, as despesas são reduzidas e tornam-se fixas. Assim, aumenta-se o controle do custo e pode-se prever o orçamento. É possível, ainda, diminuir os gastos com passivos trabalhistas, rescisões, férias e demais encargos do pessoal, antes necessários para executar essa tarefa. Com isso, o custo-benefício da operação é otimizado.

 

Minimização do fluxo de trabalho

 

O processo de Recursos Humanos demanda muito trabalho e pessoas envolvidas. Além do departamento em si, outros setores são mobilizados para o cumprimento de suas rotinas administrativas.

Os gestores são constantemente requeridos nas tomadas de decisões, assim como o setor financeiro é procurado para os pagamentos etc. Terceirizando o RH, porém, esse fluxo de trabalho que mobiliza diversos profissionais se reduz.

Isso ocorre porque há um maior alinhamento, ao passo que o relacionamento necessário com os demais processos torna-se mais direto e incisivo. Assim, alivia-se a equipe, que pode produzir mais e se dedicar às tarefas pertinentes de seus departamentos.

 

Aumento da eficiência

 

Quando a empresa opta pela terceirização do RH, está contratando um serviço especializado. Na prática, são disponibilizados profissionais gabaritados para o desenvolvimento daquele trabalho. Desse modo, eles têm o conhecimento total do processo, conduzindo-o com maior facilidade e menos retrabalhos.

Como consequência, reduzem-se os problemas de falta de desempenho entre a equipe de Recursos Humanos. Mais trabalho pode ser entregue em menos tempo, mas sem a necessidade de expandir o time para isso.

 

Escalabilidade

 

A escalabilidade é a capacidade de crescimento que a empresa (ou um setor) tem. Em outras palavras, trata-se do potencial de expansão observado. Ao aumentar a operação, em decorrência, incrementa-se a quantidade de funcionários.

Automaticamente, o RH também precisa crescer, para comportar o novo contingente de trabalhadores. Caso tal serviço seja feito de forma terceirizada, porém, basta modificar o contrato e expandir os serviços. Dessa maneira, a escalabilidade do RH terceirizado é grande e fácil de realizar.

 

Quais serviços podem ser terceirizados?

 

Outro ponto vantajoso para seu negócio é que diversos processos do RH podem ser terceirizados. A empresa passa a decidir se prefere contemplar todas as etapas ou apenas terceirizar alguns procedimentos que não comporta ou com os quais não deseja gastar tanto tempo.

São muitas as tarefas envolvidas na execução dos Recursos Humanos. Dentre elas, é possível terceirizar os procedimentos abaixo:

 

  • folha de pagamento: essa etapa consome quase todo o tempo da equipe de Recursos Humanos, além de ser passível de muitos erros, graças à sua dificuldade de execução. Terceirizar tal tarefa otimiza os pagamentos e alivia o fluxo de trabalho.
  • administração de benefícios: gerir plano de saúde, seguro de vida e demais benefícios oferecidos aos funcionários requer muito tempo e conhecimentos legais. A terceirização dessa etapa agrega muitas vantagens.
  • recrutamento e seleção: contar com um recrutamento profissional garante uma maior aquisição de talentos para a empresa.
  • controle de ponto: esse item envolve muita atenção, afinal são inúmeras as regras e legislações trabalhistas que regem a gestão do ponto. Repassar a responsabilidade dessa função para uma empresa gabaritada no assunto reduz o risco de processos trabalhistas.

 

Gostou do que a terceirização do RH pode trazer para sua empresa, mas continua em dúvida sobre como fazer? Abaixo, vamos explicar quais pontos considerar durante essa tomada de decisão!

 

Como decidir entre terceirizar ou internalizar o RH?

 

Para saber o que é realmente melhor para seu negócio, é necessário fazer comparações. Calcule os custos que você terá ao internalizar o departamento e compare-os com as despesas que contrairá ao terceirizar as diversas tarefas relacionadas ao setor.

Se os valores envolvidos na terceirização forem menores e não afetarem a qualidade dos serviços, vale a pena investir nessa opção.

Contudo, caso seu empreendimento esteja crescendo rapidamente, os custos da terceirização podem ficar mais altos devido ao aumento do número de funcionários, por exemplo. Nesse contexto, a internalização do RH pode ser a melhor saída.

Também é imprescindível que o gestor analise todas as questões envolvidas antes de tomar essa decisão. Considere qual é o fluxo de trabalho gerado pelo RH internalizado, como terceirizar pode afetar o atendimento dos funcionários no departamento e os demais fatores a serem impactados pela terceirização do RH.

Pronto! Agora você já pode fazer sua avaliação e decidir se é melhor terceirizar ou internalizar o RH de sua empresa. Ficou com alguma dúvida ou quer compartilhar sua experiência conosco? Deixe um comentário!