Employer branding: o que é e como aplicar?

O que é Employer branding e como aplicar!

Encontrar e contratar a pessoa certa é um desafio. Estudos indicam que 61% dos empregadores brasileiros têm dificuldade de contratar gente qualificada. Para mudar esse cenário, é necessário investir na estratégia de atração de talentos: o employer branding.

Após selecionar o candidato com as competências técnicas e comportamentais alinhadas à empresa, ainda há outro desafio: retê-lo. É preciso de outro conjunto de estratégias para que o profissional se sinta em “casa” e não tenha vontade de migrar para a concorrência.

Nos dois casos, o employer branding é uma ótima solução. Por isso, você precisa entender seu conceito e o como aplicá-lo no expediente. É o que ensinamos nos próximos tópicos!

Afinal, o que é Employer Branding?

É fácil entender esse conceito! Toda empresa tem uma marca e precisa gerenciá-la com acerto, e esse processo de gestão é chamado de “branding“. Nesse caso, a marca tem foco no público externo, por exemplo, estimulando mais compras ou atraindo novos clientes.

No entanto, com a demanda por talentos mais competentes e especializados, percebeu-se a necessidade de criar uma marca com foco nos empregados. Seu nome é employer branding.

Também chamada de “marca do empregador“, seu objetivo é transmitir uma imagem atraente da empresa e fazer com que os maiores talentos queiram trabalhar nela. De forma lúdica, a marca do empregador representa um grande ímã de pessoas acima da média.

Nesse caso, os times de RH e marketing se unem para formular uma marca que seja atraente, verdadeira e capaz de chamar a atenção dos profissionais. Ela pode ser usada tanto para atrair novos colaboradores quanto para reter os que já fazem parte do time.

 

Imagem falando das principais causas de processo trabalhista

 

Como aplicar a marca do empregador no expediente?

A questão é: como aplicar o conceito de employer branding? É preciso pensar em quem está dentro e fora da empresa, assim como criar boas táticas de marketing. Entenda adiante!

Transforme empregados em promotores

Primeiro, é preciso cuidar de quem já está dentro da empresa. Se seus atuais profissionais não estão felizes e satisfeitos, como pretende atrair mais gente talentosa? Fica difícil.

Objetive transformar os atuais empregados em promotores, isto é, pessoas leais e que promovam a empresa entre seus amigos e familiares. Isso só é feito por meio do verdadeiro investimento no bem-estar dos talentos. É preciso colocá-los em primeiro lugar.

Portanto, invista na qualidade de vida de quem já faz parte do time. Mostre o quanto eles são importantes. Como retribuição, terá gente satisfeita e comprometida com a empresa.

Construa sua página de carreiras

Em resumo, a página de carreira é um espaço web onde a empresa pode compartilhar informações sobre sua filosofia de atuação (missão, visão e valores), histórias de sucesso dos seus colaboradores, fotos do ambiente de trabalho e vagas de emprego, por exemplo.

Algumas das maiores marcas do mundo têm suas páginas de emprego, pois assim podem divulgar a felicidade dos seus atuais empregados e ainda chamar a atenção de gente talentosa. Portanto, pense nessa página como um importante meio de marketing.

Encontre um propósito grande e transformador

Qual o propósito da sua empresa? Muitos gestores podem gritar que é obter os mais altos níveis de lucro ou retorno sobre investimento. O problema é que não é isso que realmente atrais os verdadeiros talentos — nem clientes. É preciso de um propósito transformador.

Espelhe-se em algumas empresas de sucesso. A Coca-Cola, por exemplo, tem a missão de “refrescar o mundo em mente, corpo e espírito”. A fabricante de carros elétricos Tesla, por sua vez, tem por propósito “acelerar a transição do mundo para a energia sustentável“.

De igual modo, sempre vá muito além do lucro. Pense “se minha empresa não existisse, o que o mundo perderia?”. Esse pode ser o primeiro passo para arquitetar um propósito grande e transformador, bem como inspirador para atração e retenção de verdadeiros talentos.

Faça marketing com seus funcionários

O conceito de employer branding é o de marca focada nos empregados (tanto atuais quanto futuros). À vista disso, quem melhor que os próprios colaboradores para fazer o marketing?

Há uma série de táticas úteis. Por exemplo, compartilhar a história de um profissional que chegou como estagiário e agora ocupa um alto cargo, mostrando seu crescimento dentro da empresa. Faça isso por diversos canais, como redes sociais ou página de carreira.

A ideia central é compartilhar a razão pela qual a empresa é o melhor lugar para trabalhar. Faça vídeos do ambiente de trabalho, fotos e colete depoimentos, depois compartilhe.

Gerencie sua cultura organizacional

A cultura organizacional é algo grande, profundo e por vezes incompreendido. No entanto, empresas capazes de expor sua cultura também conseguem atrair profissionais mais bem alinhados. Por esse motivo, é preciso conhecer e compartilhar o DNA do empreendimento.

Por exemplo, se um profissional entende que a empresa tem uma cultura que valoriza a inovação e ele é inovador, se sentirá motivado. Ou, ainda, se há uma cultura de performance e ele é altamente dedicado, terá mais ânimo para se continuar ou se candidatar à vaga.

Busque delinear qual a sua cultura organizacional, assim você terá mais chances de atrair ou reter gente compatível com a empresa. Do contrário, terá um alto grau de desconformidade.

Qual o papel da alta administração?

Há, por fim, a necessidade de comprometimento da alta administração. Todos os líderes, a partir do CEO, devem entender a marca empregadora como algo importante e que deve ser construído. Se não for assim, é provável que as dicas anteriores não tenham êxito.

Se um superior imediato menospreza seus subordinados, por exemplo, jamais vai conseguir transformá-los em promotores ou arquitetar um ambiente capaz de atrair talentos. Logo, o líder tem um importante papel e deve se comprometer totalmente com o employer branding.

Como você pôde observar, a construção da marca empregadora depende de um conjunto de ações. É preciso valorizar quem já faz parte do time, delinear a cultura organizacional, criar um ambiente atraente aos novos talentos e envolver cada um dos líderes nesse projeto.

Gostou do artigo e entendeu como usar o employer branding em seu favor? Então, se você quer ter acesso a outros posts como este, aproveite para nos seguir nas redes sociais e começar a acompanhar todas as nossas novidades — estamos no Facebook e no LinkedIn.

 

Quer uma demonstração de 15 minutos do sistema que economiza 50% do seu tempo em rotinas de Departamento Pessoal e Recursos Humanos? Clique no botão abaixo e um dos nossos consultores entra em contato com você:

meligue-pontomais-2018

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São mais de 7.500 empresas e 150.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. A solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos. Assegura que as empresas estejam DENTRO DA LEI.

Estamos ao aguardo. Até breve!