Sobreviver à crise pede mais do que calma, organização e clareza. É preciso ter atitude!

 

Durante todo o ano de 2015, no conturbado começo de 2016 e em 2018, a palavra crise parece ter sido a mais usada. Assim, estando todos os jornais, revistas, sites, redes sociais e rodinhas de discussão. Geralmente, ela vem acompanhada de uma enxurrada de assuntos como demissões em massa, instabilidade no mercado, empresas deixando o país ou fechando suas portas, juros altos, aumento das despesas, e por aí vai…

 

Demissão em massa? Recolocação no mercado de trabalho?

Eis que todo esse cenário têm assustado bastante as pessoas, que tendem a se desesperar com medo de perderem seus empregos e não conseguirem se recolocar no mercado. Porém, atravessar a crise é necessário e requer muita clareza e visão.

“A crise não é momento para a pessoa desestabilizar. Ela deve ser vista como uma oportunidade para redesenhar o seu propósito de vida”, observa a coach e diretora da Neoplan RH, Maria Almeida Garcia.

 

O fato é que mar calmo nunca fez bom marinheiro. É óbvio que ninguém gosta de enfrentar momentos conturbados, mas eles nos ensinam muito. E como diz o ditado: se a vida te der um limão, faça uma limonada (ou uma caipirinha, talvez! ☺)

 

Nesses momentos, ao invés de nos deixarmos levar pela insegurança, é preciso usar a oportunidade buscar aliados e vencer desafios.

 

 

Crie uma oportunidade para o crescimento, para o autoconhecimento ou para fazer coisas novas! Se você está com medo de ser demitido, ao invés de ficar esperando isso acontecer, seja um agente de mudanças! Aproveite para se destacar dos demais e mostrar que você é indispensável, inovando seus processos de trabalho, aperfeiçoando-os e sugerindo ideias para a própria empresa driblar a crise. Assim, saia da zona de conforto.

 

Se você está pensando em abrir um negócio, não deixe que a crise te assuste. Seja cauteloso, criativo e inovador, mantenha-se informado, planeje e preveja tudo o que pode dar errado, mas, de maneira alguma, fique parado. Passe por cima da crise, ao invés de deixar que ela passe por cima de você. “Tem muita gente ganhando dinheiro com a crise, é preciso estar atento a isso. Quem se recolhe neste momento está fadado a ficar fora da estrada”, afirma a Maria.

 

Nas finanças pessoais, também é preciso se mexer. Se a coisa apertar, faça uma faxina financeira, cortando tudo que há de supérfluo, controlando gastos e evitando assumir parcelas e financiamentos. Além disso, é preciso se adaptar, se motivar e, principalmente, se reinventar.

 

Os desafios do mercado estão entre os motivos pelos quais vencer obstáculos o torna um vencedor. Pois para isso, não basta apenas “se jogar” ou mudar a direção, é preciso fazer isso com muita clareza e eficácia para que tudo dê certo no final.

 

É preciso encontrar pessoas diferentes, trocar ideias, fazer novos relacionamentos e, sem dúvidas, estar ao lado de profissionais e pessoas que lhe direcionem para o caminho certo, afinal, a crise é só um momento, e momentos passam. Sobreviver é preciso!

 

Autora: Maria Almeida Garcia
Diretora Executiva e Coach
neoplanrh.com.br

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São de 5.000 empresas e 110.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. Assim, sendo solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos e assegurar de que as empresas estejam DENTRO DA LEI. Não perca tempo, CLIQUE AQUI, conheça a Pontomais e venha Rhevolucionar a gestão da sua empresa
Entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e serviços. Até breve 🙂