Toda empresa começa devagar, não é verdade? Um, dois… Quem sabe cinco funcionários? Essa é a quantidade de profissionais suficiente para um pequeno escritório de contabilidade ou, quem sabe, para que uma pequena loja de biscoitos comece a funcionar. Por isso, nesse primeiro momento, muitos se esquecem do controle de ponto.

A questão é a seguinte: quando esse controle passa a ser motivo de preocupação para a empresa? Não, não estamos falando apenas do controle por motivos internos. Na verdade, estamos nos referindo às próprias leis do nosso país. Em algum ponto, esse controle torna-se obrigatório, sabia?

Se quiser saber mais sobre o assunto, resolvemos mostrar quando você deve começar a se preocupar com o controle de ponto. Acompanhe com a gente!

 

Afinal, o que diz a legislação?

 

Para começar, o controle de ponto é uma obrigatoriedade, definida em lei. De acordo com a nossa CLT, esse controle precisa ser feito em empresas que possuam mais de 10 funcionários. Essa obrigação está prevista no Art. 74 § 2º da CLT. Vale a pena dar uma conferida.

Agora, isso significa que as empresas com menos de 10 funcionários não devem realizar o controle de ponto? Não é bem por aí. O fato é que, de qualquer forma, é importante acompanhar a jornada dos colaboradores. Afinal, situações como horas extras são comuns em qualquer negócio, não é verdade?

Se, por algum motivo, a fiscalização trabalhista interpretar ou suspeitar que a sua empresa está fazendo os profissionais trabalharem fora do horário de expediente, e não está computando as horas extras, ela pode ser punida da mesma forma. Em outras palavras, é sempre bom deixar tudo claro para o fiscal!

 

Quais os sinais de que a empresa precisa de controle de ponto?

 

Pode ter certeza: em algum momento, você vai perceber que o controle de ponto é algo que vai além das obrigações legais, principalmente quando o seu negócio começar a crescer! Fique esperto, pois é com ele que você pode organizar as finanças da empresa, a gestão de projetos, entre muitas outras coisas.

Vamos conferir alguns sinais de quando esse controle precisa ser mais intenso?

 

Aumento nas horas extras

 

Se o seu negócio passa a precisar de horas extras, esse é um grande sinal de alerta! Você precisa de um controle de ponto não só para pagar os profissionais de maneira mais justa, mas também para obedecer tudo o que está escrito em nossa legislação trabalhista.

 

Criação de novas unidades

 

Sim, cada estabelecimento precisa de mais de 10 profissionais para que o controle seja obrigatório. Mas e quando possuímos 2, 3 ou até 4 filiais? De uma forma ou de outra, a obrigatoriedade torna-se irrelevante, pois o controle precisa ser feito para que você tenha ideia exata do que ocorre no seu negócio.

 

Dificuldade em acompanhar funcionários

 

Descontrole. Para resumir tudo, se essa é a palavra que vem à sua mente quando pensa no controle dos funcionários, então está mais do que na hora de adotar um sistema de controle de ponto no seu negócio. Só assim é possível acompanhar exatamente quem está fazendo mais, quem deve horas, entre outras coisas.

Ficou mais claro quando o controle de ponto torna-se necessário? Então que tal acessar nosso site e conferir todas as nossas soluções que oferecemos nessa área?

 

 

A Pontomais é líder no mercado de Controle de Ponto e Gestão de Jornada. São de 5.000 empresas e 110.000 usuários em toda América Latina. Uma plataforma simples, econômica e segura. A solução mais moderna e inovadora para diminuir os processos burocráticos e assegurar de que as empresas estejam DENTRO DA LEI. Não perca tempo, CLIQUE AQUI, conheça a Pontomais e venha Rhevolucionar a gestão da sua empresa

Entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e serviços. Até breve 🙂